quinta-feira, 4 de novembro de 2010

Genro prestativo

O pai estava bebendo cerveja, comendo amendoim e vendo TV na sala,'vigiando' a filhinha de 15 anos, que namorava na varanda.
Sono chegando, cerveja fazendo efeito, o ouvido começa a coçar e o babaca vai cutucar o ouvido com um amendoim, até que a casca
se rompe e o caroço entala no ouvido. O cara fica desesperado, tenta tirar o amendoim com o dedo e empurra mais pra dentro. Pega uma tampinha de caneta Bic e... Merda! O amendoim entrou mais ainda.Nisso, o sujeito, aos gritos, chama a mulher, que veio correndo. Ao ver a cena, se apavora e já queria levar o maridão bêbado para o hospital.O cara não queria - Que mico!Sou um cara de posição, não posso me expor ao ridículo, e tal, e tal.A filha e o namorado (17 anos) entram na sala pra ver o que estava acontecendo.Pai, que é isso! Que vergonha!Daí, diz o gaiato, namorado da filha:Calma, que eu dou um jeito! Quando era escoteiro, era eu quem socorria os amigos!O entalado, sem graça, apavorado, e agora puto com aquele sujeitinhodando palpite, acabou aceitando ajuda.O sujeitinho mete dois dedos no nariz do sogrão e ordena:Fecha a boca e sopra pelo nariz, com toda a força! E não é que o maldito amendoim pulou fora do ouvido!O namoradinho sai todo convencido, a moça ainda mais apaixonada.A mulher, encantada com o eficientíssimo rapaz, comenta pro maridão:Viu que gracinha? Tão calmo, tão seguro nas emergências. O que será que ele vai ser?!E o maridão, cada vez mais puto, responde:
Pelo cheiro dos dedos do filho da puta, vai ser ginecologista!

Um comentário:

Amanda Silveira disse...

:O
aiushuiahsiuhaihsuihauhsi
asuihauihsauihuishuaihish